X Jornada CELPCYRO

img banner

Informe CELPCYRO

Cadastre-se e receba nosso INFORME
Nome
E-mail*
Área de Atuação

Redes Sociais

  • Twitter
  • Windows Live
  • Facebook
  • MySpace
  • deli.cio.us
  • Digg
  • Yahoo! Bookmarks



UM MENINO VAI PARA O COLÉGIO e o Projeto CYRO MARTINS VAI ÀS ESCOLAS  E-mail

alt


A história e seu Autor

Um Menino vai para o Colégio relata peripécias na vida de um guri (dos 11 aos 15 anos), nascido e criado na Campanha gaúcha. Das brincadeiras infantis e do convívio familiar passa à adolescência, enfrentando a realidade de um internato – o Colégio Anchieta, de Porto Alegre -, a separação da família, a descoberta de um mundo além dos limites domésticos. É um texto para leitor curioso, que vai testemunhar um modo de iniciação à vida adulta ao mesmo tempo em que se informa sobre o contexto sócio-histórico e cultural do Rio Grande do Sul , no início do séc. XX.

Sem pieguice ou didatismo, a narrativa de Um Menino vai para o Colégio, num tom leve e divertido, segue a trajetória de Carlos, o Menino, e mostra questões fundamentais para seu amadurecimento emocional e intelectual, para a percepção do mundo em que vive e com quem convive, enquanto vai revelando mistérios da imaginação, a importância de conhecimentos diversos, da educação em geral. O Autor narra com simplicidade como acontecem os primeiros passos na passagem da meninice à juventude, o vislumbre da cidadania, valorizando os sentimentos, as relações sociais, os intercâmbios culturais, os compromissos assumidos.

A longa atuação profissional do escritor e médico psicanalista Cyro Martins (1908-1995) contribuiu significativamente para o meio cultural e científico sul-rio-grandense. Sua ficção, seus ensaios, suas palestras revelam constante preocupação em orientar a juventude para um desenvolvimento pleno, enfatizando o humanismo - respeito pelo ser humano e reconhecimento de seus anseios e suas realizações.

A reedição de Um menino vai para o Colégio (1a ed/1942)- realizada com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul (LIC-RS), a parceria do Instituto Estadual do Livro (IEL) e da Secretaria de Estado da Educação do RS - inicia o projeto itinerante CYRO MARTINS VAI ÁS ESCOLAS e prepara as comemorações do Centenário de Nascimento de Cyro Martins (05/08/ 2008).

 

O projeto CYRO MARTINS VAI ÀS ESCOLAS


Esse projeto - para desenvolver em escolas públicas do Estado do Rio Grande do Sul, sob minha coordenação, fundamenta-se nos princípios expostos acima. Enfatiza a importância da leitura e da literatura como formas abrangentes e sensíveis para o conhecimento, a preservação e a atualização de práticas culturais, no caso, do contexto sul-rio-grandense, sublinhando a necessidade de uma perspectiva histórica para compreender melhor o presente e planejar o futuro.

A leitura de Um Menino vai para o Colégio introduz o projeto a professores e estudantes, juntamente com um filme e uma biografia visual. O filme, produzido pela RBSTV, tem o mesmo título do livro. A  Biografia Visual intitula-se Cyro, o transfigurador do óbvio  foi criada pela artista plástica Liana Timm. Propõem-se realização de debates, pesquisas, trabalhos de criação motivados pelo livro, pelo  filme e pela exposição, numa perspectiva interativa e multidisciplinar. Desse modo, espera-se que o desenvolvimento do projeto ocorra com atividades em diversas disciplinas escolares, permitindo a professores valerem-se das muitas possibilidades de abordagem que a novela oferece. Seja para aproveitamento em suas respectivas áreas de atuação, seja envolvendo outras formas de expressão criativa, inspiradas pela literatura ou com ela relacionadas, como música, artes plásticas, teatro, fotografia, cinema.

Está prevista a apresentação das realizações de professores e alunos, num Encontro com a obra de Cyro Martins, no qual também devem participar especialistas e artistas, fazendo palestras, apresentando poemas, canções, histórias sugeridas pela obra de Cyro Martins.

Para os leitores de Um Menino vai para o Colégio, em geral, e especialmente para professores e estudantes que participem do projeto, almeja-se uma experiência proveitosa, seja quanto ao desfrute da leitura, seja quanto à elaboração de trabalhos. Poderão conhecer diferentes aspectos da cultura gaúcha, dos costumes e da linguagem, da formação de jovens no início do séc. XX, assim como a visão de mundo de Cyro Martins.

Espera-se que esse panorama também motive criações em várias formas de expressão, verbais e não-verbais; professores e alunos estabeleçam relações do passado com suas próprias vivências e imaginário contemporâneo, trocando idéias e relatando experiências.

Todo o processo do projeto será registrado neste site, onde se publicarão trabalhos realizados.

 

Maria Helena Martins
Coordenadora do projeto Cyro Martins vai às Escolas
Porto Alegre, outubro de 2006

 

 

------------------------------------------------

IMPORTANTES INCREMENTOS SUBSEQUENTES AO INÍCIO DO PROJETO
 

  • A realização do filme em curta metragem Um Menino vai para o Colégio, pela RBSTV, em 2007, veio enriquecer as possibilidades do projeto. 

Assista:Um Menino vai para o Colégio - o filme

 

  • A 9a. edição de Um menino vai para o colégio, comemorativa do centenário de nascimento de Cyro Martins, realizou-se com o patrocínio da CORAG - Companhia Rio-grandense de Artes Gráficas. 

         Cada escola que desenvolva o projeto receberá cópias do livro para a biblioteca; cada professor e cada aluno que participe do CYRO MARTINS VAI ÁS ESCOLAS ganhará um exemplar.

 

 

  • A  partir de agosto de 2011, decidimos que o trabalho dos professores na orientação dos alunos e pela apresentação de relatório sobre o projeto seria valorizado também por um CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE LEITURA correspondendo a 40 horas/aula. Certificado esse que será oficialmente concedido pelo CELPCYRO e a escola em que lecionam.

 

------------------------

Links relacionados:


LEIA SOBRE A REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE GUAÍBA (RS) NO PROJETO

- VEJA A PROGRAMAÇÃO, ENCAMINHAMENTOS e RESULTADOS DA 1ª ETAPA DO PROJETO e aprecie, inclusive, a criação de um CYRONÁRIO

- O PROJETO na Educação de Jovens e Adultos (EJA) no CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO TRABALHADOR (CMET) Paulo Freire, de Porto Alegre, coordenado pela Profa.Dione Detanico

Veja trabalhos realizados

- SAIBA SOBRE O PROJETO NA BAHIA, coordenado pela Profa. Dra. Heleusa Câmara, envolvendo alunos de escolas municipais, escolas rurais e da Universidade do Sudoeste da Bahia.

- Atividades em 2011 - itinerância em escolas da Bahia

- Atividades em 2012 - turmas de EJA ( Educação de Jovens e Adultos) da EMEF Afonso Guerreiro Lima- Porto Alegre

- Uma leitora especial em 2016

relata peripécias na vida de um guri (dos 11 aos 15 anos), nascido e criado na Campanha gaúcha. Das brincadeiras infantis e do convívio familiar passa à adolescência, enfrentando a realidade de um internato – o Colégio Anchieta, de Porto Alegre -, a separação da família, a descoberta de um mundo além dos limites domésticos. É um texto para leitor curioso, que vai testemunhar um modo de iniciação à vida adulta ao mesmo tempo em que se informa sobre o contexto sócio-histórico e cultural do Rio Grande do Sul , no início do séc. XX.

Sem pieguice ou didatismo, a narrativa de Um Menino vai para o Colégio, num tom leve e divertido, segue a trajetória de Carlos, o Menino, e mostra questões fundamentais para seu amadurecimento emocional e intelectual, para a percepção do mundo em que vive e com quem convive, enquanto vai revelando mistérios da imaginação, a importância de conhecimentos diversos, da educação em geral. O Autor narra com simplicidade como acontecem os primeiros passos na passagem da meninice à juventude, o vislumbre da cidadania, valorizando os sentimentos, as relações sociais, os intercâmbios culturais, os compromissos assumidos.

A longa atuação profissional do escritor e médico psicanalista Cyro Martins (1908-1995) contribuiu significativamente para o meio cultural e científico sul-rio-grandense. Sua ficção, seus ensaios, suas palestras revelam constante preocupação em orientar a juventude para um desenvolvimento pleno, enfatizando o humanismo - respeito pelo ser humano e reconhecimento de seus anseios e suas realizações.

A reedição de Um menino vai para o Colégio (1a ed/1942)- realizada com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul (LIC-RS), a parceria do Instituto Estadual do Livro (IEL) e da Secretaria de Estado da Educação do RS - inicia o projeto itinerante CYRO MARTINS VAI ÁS ESCOLAS e prepara as comemorações do Centenário de Nascimento de Cyro Martins (05/08/ 2008).

O projeto CYRO MARTINS VAI ÀS ESCOLAS

Esse projeto - para desenvolver em escolas públicas do Estado do Rio Grande do Sul, sob minha coordenação e com a vice-coordenação da Profa. Aymara Celia - fundamenta-se nos princípios expostos acima. Enfatiza a importância da leitura e da literatura como formas abrangentes e sensíveis para o conhecimento, a preservação e a atualização de práticas culturais, no caso, do contexto sul-rio-grandense, sublinhando a necessidade de uma perspectiva histórica para compreender melhor o presente e planejar o futuro.

A leitura de Um Menino vai para o Colégio introduz o projeto a professores e estudantes, juntamente com uma exposição - Biografia Visual de Cyro Martins - criada pela artista plástica Liana Timm. Propõem-se realização de debates, pesquisas, trabalhos de criação motivados pelo livro e pela exposição, numa perspectiva interativa e multidisciplinar. Desse modo, espera-se que o desenvolvimento do projeto ocorra com atividades em diversas disciplinas escolares, permitindo a professores valerem-se das muitas possibilidades de abordagem que a novela Um Menino vai para o Colégio oferece. Seja para aproveitamento em suas respectivas áreas de atuação, seja envolvendo outras formas de expressão criativa, inspiradas pela literatura ou com ela relacionadas, como música, artes plásticas, teatro, fotografia, cinema.

Está prevista a apresentação das realizações de professores e alunos, num Encontro com a obra de Cyro Martins, no qual também devem participar especialistas e artistas, fazendo palestras, apresentando poemas, canções, histórias sugeridas pela obra de Cyro Martins.

Para os leitores de Um Menino vai para o Colégio, em geral, e especialmente para professores e estudantes que participem do projeto, almeja-se uma experiência proveitosa, seja quanto ao desfrute da leitura, seja quanto à elaboração de trabalhos. Poderão conhecer diferentes aspectos da cultura gaúcha, dos costumes e da linguagem, da formação de jovens no início do séc. XX, assim como a visão de mundo de Cyro Martins.

Espera-se que esse panorama também motive criações em várias formas de expressão, verbais e não-verbais; professores e alunos estabeleçam relações do passado com suas próprias vivências e imaginário contemporâneo, trocando idéias e relatando experiências.

Todo o processo do projeto será registrado neste site, onde se publicarão trabalhos realizados.

Maria Helena Martins
Coordenadora do projeto Cyro Martins vai às Escolas
Porto Alegre, outubro de 2006

 

 

------------------------------------------------

IMPORTANTES INCREMENTOS AO PROJETO

  • A realização do curta metragem Um Menino vai para o Colégio , pela RBSTV, em 2007, veio enriquecer as possibilidades do projeto. Cada escola participante receberá cópia do filme.

 

                               alt

 

http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?uf=1&contentID=2297&channel=40

 

  • A 9a. edição de Um menino vai para o colégio, comemorativa do centenário de nascimento de Cyro Martins, realizou-se com o patrocínio da CORAG - Companhia Rio-grandense de Artes Gráficas, sendo lançada em novembro de 2008, para ser doada a escolas públicas e bibliotecas do Rio Grande do Sul, mas especialmente a cada professor e estudante que participe do projeto CYRO MARTINS VAI ÁS ESCOLAS em qualquer região do país.

alt

 

  • A  partir de agosto de 2011, decidimos que o trabalho dos professores na orientação dos alunos e pela apresentação de relatório sobre o projeto será valorizado também por um CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE LEITURA correspondendo a 40 horas/aula. Certificado esse que será oficialmente concedido pelo CELPCYRO e a escola em que lecionam.