X Jornada CELPCYRO

img banner

Informe CELPCYRO

Cadastre-se e receba nosso INFORME
Nome
E-mail*
Área de Atuação

Redes Sociais

  • Twitter
  • Windows Live
  • Facebook
  • MySpace
  • deli.cio.us
  • Digg
  • Yahoo! Bookmarks



Mural Nov/Dez 2016 


boas festas

   Desejamos persistência em seus planos e belas realizações para nossos colaboradores e nossos leitores em 2017





DESTAQUES DA FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE

 

alt


Praça, barracas, livros – tudo isso renovado a cada um dos  62 anos de existência da Feira, pelo gosto e chamamento de editores e livreiros, pelas  gerações de autores e leitores visitantes. De 28 de outubro a 15 de novembro de 2016.


alt

  • Cintia Moscowich, merecidíssima sua escolha como Patrona da 62ª Feira - uma escritora além das fronteiras!

 

=====

 

alt

    •  

    Um ano de realizações significativas para muitos autores que estiveram autografando ou tiveram   seus livros expostos nas barracas. Destaco uma jovem de presença marcante: Eliane Tonello. Ela lançou o livro Tecendo a sanidade: o caso de Arthur Bispo do Rosário (Casa Editorial Luminara), no qual se detém em peças artesanais criadas pelo genial Bispo, inclusive do magnífico Manto de Apresentação,“cobertor que ele  bordou ao longo da existência para usá-lo ao fim dela”. (cf. foto acima). Essa foi apenas uma das tantas realizações da autora neste ano. Saiba mais.


=====


  • Antonio Chimango (1915) está de novo em voga! Concorreu ao Prêmio  Açorianos de Literatura , na categoria Especial, palestras a seu respeito aconteceram  na Feira do Livro e nova edição foi lançada com apreciações de outros textos do autor, devidamente contextualizados, assim como artigos de Luiz Augusto Fischer, Fausto Domingues, Gunter Axt e José Francisco Botelho.
    Isso me faz muito contente! Fui a primeira na UFRGS a, digamos, forçar a entrada de Antônio Chimango, de Amaro Juvenal (pseudônimo de Ramiro Barcellos), na Universidade, ao realizar meu Mestrado sobre essa obra, entre os anos 70 e 80. Digo forçar porque, ao saberem de minha escolha, muitos colegas e mestres torceram o nariz, pois, a seu ver, não se tratava de obra "efetivamente literária". Mas meu orientador, Prof. Guilhermino César, acolhendo minha opção, comentou: "Não tem importância que desgostem. Nós dois e o Augusto Meyer sabemos quanto ele vale". Pois aí está!  (MHM).

alt

Capa da 1ª Edição (clandestina, como inúmeras outras) assinada por Amaro Juvenal, pseudônimo de Ramino Barcellos, que também criou a imagem da capa, firmando a marca indelével da caricatura de Antonio Augusto Borges de Medeiros. (MHM) Saiba mais.


===================

 

ECOS DA XIII JORNADA  CELPCYRO sobre SAÚDE MENTAL e do II SIMPÓSIO 

alt

 

Os eventos (24 e 25 de junho de 2016) deixaram marcas nos presentes. Palestrantes  destacados, nacional e internacionalmente, cujas apresentações revelaram atualidade e autoridade de abordagens  que os leitores do site CELPCYRO poderão apreciar:

===================


COLUNA CELPCYRO

===================


2016: NOVOS LEITORES E NOVAS LEITURAS DE CYRO MARTINS E SUA OBRA

alt

Ele escreveu romances, contos, crônicas, ensaios especialmente sobre literatura e humanismo psicanalítico. Sua capacidade de escuta parecia inesgotável, enquanto seus textos e sua fala simples iam conquistando admiradores, leitores de faixas etárias e formação bem  diversificadas.  Assim como apreciava música, artes plásticas, cinema, teatro, além da literatura, também inspirou várias criações artísticas. Seu trato afável e discreto com quem dele se aproximasse, potencializou e multiplicou seu “fã clube”: pacientes e ex-pacientes, ex-alunos, leitores desconhecidos, colegas médicos, humanistas, parentes distantes, vizinhos, aspirantes a escritor(a). Tinha sempre um gesto de simpatia e dava atenção a quem lhe dirigisse a palavra. 

Essas características de Cyro Martins afloram quando deparamos registros sobre ele e sua obra. Claro que nem sempre é um “Ora viva!”. A seguir, exemplos de algumas manifestações acontecidas neste ano, várias não por nossa iniciativa, que assinalam diversidade de perspectivas de abordagem, incentivando nossas próximas realizações. (MHM)

alt

Trata-se de trabalho acadêmico, Dissertação de Mestrado (PUCRS), cujo autor encerra afirmando que “literatura e história se manifestam harmonicamente dentro de Gaúchos no obelisco. Além de seu valor literário, o livro trata a história de maneira diferenciada, pois a confirma ao utilizar datas, locais e personagens históricas, a reinterpreta através do olhar de suas personagens ficcionais e, também através delas, a distorce”. 

 

=====

 

alt

Evento comemorativo de 25 anos do Instituto Cyro Martins, fundado pelo saudoso Dr. José Blaya Perez Filho. Fui convidada pela Diretora de Ensino, Psicóloga Rosane Lombardi, para falar sobre o patrono da instituição. Sendo o tema da Jornada "Herança, transmissão, transformação: o importante é a pessoa", apresentei um apanhado – em tom de rememoração - de características que Cyro Martins evidenciava como humanista. Creio que isso valeu pelos momentos em que - eu, os presentes que o conheceram pessoalmente e outros, como seus leitores - compartilhamos lembranças de meu pai. (MHM)    


=====

alt
Fronteira Quaraí (BR) e Artigas (UY)


Na Abertura da V Encontro Binacional de Escritores na Fronteira (maio de 2016), em Artigas(UY), o escritor Dr. Martin Sanches Vera  enalteceu a cultura fronteiriça, “na qual deveríamos apostar com mais freqüência”.  A professora e poeta Nadja Boelter da Rosa, quarainhense, tem feito uma trabalho muito importante para fortalecer  esses laços. Neste ano, a professora Nadja Boelter da Rosa, sendo leitora  de Cyro Martins, realizou, em Artigas, com seus alunos uruguaios e cubanos leituras e atividades sobre a obra dele, como o Seminário "Nos caminhos da biografia: vida, obra e trajetória de Cyro Martins” e longa entrevista radiofônica sobre esse autor e sua obra. Saiba mais.


mosaico2 novo


=====

 

alt

Nome: Brenda Dambrós Duarte
Idade: 13 anos
Série: 6ª
Escola: Colégio Bom Conselho – Porto Alegre
Saiba mais.

=====

alt

Veja mais fotos


Literatura e cinema propiciaram o trabalho mais abrangente do CELPCYRO em 2016, que ainda em 2015,  iniciou verdadeiro périplo.  O projeto, do qual se realizou a 1ª. Parte, começou neste ano que finda: projeção do filme e considerações a respeito feitas por seu Diretor e Roteirista Guilherme Castro e apresentação do livro de Cyro Martins por Maria Helena Martins , ambos trocando ideias com o público presente. Esse evento foi realizado em várias instituições culturais e algumas de ensino, desde a Casa das Rosas (São Paulo-SP), à Feira do Livro de Porto Alegre  e  à PUCRS.

 alt             alt

Projeto Porteira fechada (romance) e Boa ventura ( filme): contrastes e confrontos

A 2ª. Parte deverá acontecer em 2017, principalmente em Instituições de Ensino.  

Interessados em participar entrem em contato conosco: celpcyro@celpcyro.org.br e mhmartins@celpcyro.org.br



===================

HOMENAGEM

O brilho das cores  e as figuras plácidas ou em ação se apresentam ludicamente, ao primeiro olhar. Mas, enquanto a visão se diverte, o espectador para pra pensar. E essas bocas que não falam dizem tanto que aumentam sua loquacidade a cada vez que voltamos às imagens. 

alt

===================


COMEMORE E AGENDE-SE

  • Que as inquietações deste ano deem lugar àquilo que podemos comemorar agora e projetar !

De nossa parte, já estamos planejando para 2017 o

CELPCYRO 20 ANOS 


=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=