X Jornada CELPCYRO

img banner

Informe CELPCYRO

Cadastre-se e receba nosso INFORME
Nome
E-mail*
Área de Atuação

Redes Sociais

  • Twitter
  • Windows Live
  • Facebook
  • MySpace
  • deli.cio.us
  • Digg
  • Yahoo! Bookmarks



JULHO - AGOSTO 2021

Edição: Maria Helena Martins


CONVITE

alt

(em breve publicaremos trechos da live)

===================


ESCRITORES GAÚCHOS

Comemoramos 40 anos do livro Escritores Gaúchos - ensaios de Cyro Martins (Ed. Movimento), com uma prosa poética -"Ainda Os Ratos" - sobre a obra-prima de seu conterrâneo, amigo e colega  Dyonélio MachadoOs Ratos. (MHM)

alt 
Cyro Martins

=================

ALÉM DA LETRA

Há 21 anos, Fernando Neubarth lançou Memória das Luzes - Uma Crônica de Natal (Ed. Kalligráphos), um livrinho e um texto primorosos, numa edição aqui saudada com pequena amostra. (MHM) 


alt
Fernando Neubarth 

=================

CONTRIBUIÇÕES DO alt - ASSOCIAÇÃO DE PSIQUIATRIA CYRO MARTINS

Quando a realização do sonho da maternidade se une a uma trajetória de vida que busca a coerência, tendo a experiência profissional a orientar decisões e a afetividade amenizando as mazelas do cotidiano, há que comemorar e compartir descobertas tais como esses Tabus da Maternidade. (MHM)


5 TABUS DA MATERNIDADE

Dra. Graziela Stein de Vargas


alt 
Graziela e seu filho Conrado

 

1. Toda mãe é feliz
2. Toda mãe é igual
3. Mãe é santa
4. Mãe vive para o filho
5. A gestação é maravilhosa (leia mais)

=================

ACHADOS

Passados mais de 40 anos devemos esse Achado à atenção especial da escritora, museóloga e jornalista cultural gaúcha Teniza Spinelli. Texto publicado no Boletim da Chico (Associação de Artes Plásticas Chico Lisboa ). Maio/junho 1980- Ano II, especial para essa publicação. (MHM)


PSICOGÊNESE DO ARTEFAZER

Cyro Martins


alt
(clique para ler)

=================

ARTIGO DE FUNDO

Um exemplar de reflexão lúcida e serena de quem encontrou na leitura e na literatura caminhos para a convivência consigo mesma e com o mundo. (MHM)

VIVER LITERATURA EM TEMPO DE PANDEMIA

Léa Masina

alt
(
clique para ampliar)

=================

ESCRITOS RECOLHIDOS

Certamente esse texto agradaria especialmente o "Velho" Cyro. Perpassado por um humanismo sem alarde, acalenta os tantos machucados da alma que nos atingem agora. (MHM) 

O INVISÍVEL MUDOU O MUNDO

Abrão Slavutzky

O Deus invisível foi uma revolução no mundo, que originou o Povo Judeu, e o monoteísmo ético. Já na Grécia Homero é um poeta cego, pois a poesia é auditiva, é a música das palavras. O poeta Rainer Maria Rilke escreveu sobre a dependência humana do visível, mas reconheceu no invisível um grau mais elevado da realidade. O invisível reinou na infância no bairro Bom Fim, o Todo-poderoso estava presente nas casas e sinagogas. Convivi com as histórias bíblicas e aprendi a mensagem dos Profetas na adolescência e passei a integrar o sonho por justiça social. Daí atravessei pontes para saber quem era, quase me encontrei, em metamorfoses surpreendentes.  (Leia mais)

=================

CYRO MARTINS - os anos decisivos (1908-1951)


alt

Pari passu às andanças de Cyro, Fábio vai tecendo uma visão sobre o jovem médico e iniciante escritor, indicando traços de personalidade e ambições que foram sendo sedimentados com o tempo. (MHM)

OUTRA VEZ PORTO ALEGRE

Fábio Varela Nascimento

Uma vez em Porto Alegre, território conhecido, Cyro agiria com desembaraço. Ele já não era o jovem inexperiente que deixara os bancos da Faculdade de Medicina. Ao aprendizado e à prática daqueles anos em Quaraí, acrescentava-se a especialização em neurologia, que favorecia o seu currículo. O nome de Cyro não era conhecido e ainda pairavam dúvidas sobre sua excelência profissional. Contudo, frente aos “doutores” restritos aos estudos da graduação, ele possuía uma habilitação que o distinguia. Na capital gaúcha, Cyro também teria que se virar como clínico geral, mas o trabalho neurológico não precisaria ser deixado de lado. Além de trocar ideias com os antigos colegas e professores de faculdade, ele poderia desenvolver pesquisas no Hospital São Pedro. (Leia mais)

=================

COLUNA CELPCYRO

CONVERSAS COM MEU UMBIGO VII (cont)

Luiz Carlos Osório

alt


Osório apresenta fluente e esclarecedora reflexão sobre a realidade dominadora do Estado brasileiro e nossa sujeição histórica diante do poder de plantão. (MHM)

O Estado: a violência que vem de cima

O Estado, que nasceu com o propósito manifesto de gerir a “res publica”, sempre esteve vocacionado para o exercício da dominação de uns poucos sobre muitos e em proveito dessa minoria que detém o poder. Desde a mais remota antiguidade, seja qual for a ideologia que o inspire ou o regime que o sustente, tem ele se caracterizado, em última instância, pelo estabelecimento de oligarquias privilegiadas e de maiorias exploradas, negligenciadas ou, quando menos, colocadas a serviço dos interesses de quem está no poder. (Leia mais)

=================

HOMENAGEM

alt

Hospital Psiquiátrico São Pedro e seus funcionários: nosso reconhecimento por tantos anos, desde 1929, tratando doentes mentais, buscando aprimorar suas atividades. 

=================

NÃO PERCAM

alt

 

============================================